Master Supermercados

Você está na loja de . Deseja mudar à loja?

Home | Quanto mais queijo melhor!

Quanto mais queijo melhor!

Puro ou como ingrediente de diferentes pratos, o Queijo realça o sabor e dá um toque especial a qualquer prato. Seja ralado, em cubinhos, fatiado, na pizza, derretido na chapa ou na churrasqueira, quando se trata de queijo o bom mesmo é pecar pelo excesso. Os queijos são alimentos milenares que apresentam diferentes formas, cores, texturas, origens e sabores. Venha conosco descobrir as características peculiares dos queijos mais consumidos do mundo, escolha aquele que mais se adequa a seu paladar e Bom Apetite!

Mozzarela

É um queijo de origem italiana, tipicamente culinário. Pode ser consumido puro ou em saladas, frio ou cozido comoz componente essencial em saborosas pizzas, massas e recheios. De sabor fresco, lácteo, agradavelmente ácido. Quando fresco sua textura é tenra e borrachuda, após onze dias de maturação, adquire consistência mais cremosa e fundente, perfeito para recheios de pizzas, massas, sanduíches, entre outras preparações.

Provolone

Um queijo proveniente da Itália, porém constantemente encontrado em mercados do Brasil. Com o seu sabor levemente picante e uma consistência mais firme, é ideal para derreter na churrasqueira.

Mozzarela de búfala

 

Um delicioso queijo fresco, levemente adocicado, de origem italiana fica perfeito com salada ou derretido em pizzas.

Gorgonzola

O queijo de origem italiana é preparado com o leite de vaca. Sabor intenso e picante! Ótimo para comer com saladas de sabor suave ou então picado e puro. Sirva cortado em pequenos cubos em uma salada com damasco 

Com o que combina? Sua consistência mais cremosa e macia torna esse um queijo mais popular que o seu irmão Roquefort. Para harmonizar vinhos com o gorgonzola, prefira os mais encorpados e secos, como o Malbec ou o Cabernet Sauvignon.

Cottage

Possui a consistência granulada, com textura heterogênea granulosa e cremosa. Seu aroma é lácteo e o sabor ligeiramente acidulado, fresco e franco. Foi levado pela cultura inglesa aos Estados Unidos, sendo hoje um dos mais consumidos. É ideal para receitas vinculadas a regimes, pois possui poucas calorias.

Ricota

O queijo também de origem italiana possui um sabor extremamente suave e fresco, combinando com azeite, raspas de cenoura como recheio para um lanche com pão de casca dura.

 

Estepe

De sabor suave, levemente adocicado e amendoado, combina com os sabores salgados, como os de presunto e outros finos. Também, vai bem com frutas e geleias, que são mais adocicadas. Pode substituir o queijo prato em lanches e sanduíches.

 

Queijo Prato

Com origem nos idos de 1920, no Sul de Minas Gerais, o queijo possui uma massa de consistência firme, combinando com embutidos de carne, quentes ou frios. Possui sabor suave e amendoado, sendo muito utilizado na composição de sanduíches, pois derrete com facilidade.

Ricota e cottage combinam com vinhos brancos leves São queijos frescos com sabor delicado e aroma bastante discreto. Para harmonizá-los e não prejudicar a experiência ao consumi-los, escolha vinhos brancos igualmente leves, com características frutadas e refrescantes, especialmente, os Sauvignon Blanc ou espumantes.

Mascarpone

O Mascarpone é de origem italiana. Sua textura extremamente cremosa e um leve toque agridoce, torna-o perfeito para combinar com doces. Recheio perfeito para uma torta de frutas vermelhas.

 

Roquefort

O queijo de origem francesa é feito a partir do leite de ovelha. O sabor encorpado e um pouco picante combina perfeitamente sobre o medalhão da carne ou em molhos. Invista em preparar molhos com esta variedade.  

Com o que combina? Como tem um aroma e sabor forte, um bom acompanhamento para o Roquefort é um vinho do Porto ou outro mais adocicado. Espumantes também podem harmonizar bem com esse tipo de queijo.

Queijo Edam

O queijo de origem holandesa tem massa semidura, com casca fina e coberta com coloração vermelha. Sua textura é flexível e saborosa. Os queijos cobertos com cera preta têm maturação maior que 17 semanas, deixando-o com sabor ainda mais forte. É ideal para o consumo puro, em tábuas de queijo, sendo o casadinho perfeito com  uvas tipo Itália, maça, pera d’água e vinho branco frutado. Tem sabor suave, adocicado e com toque de nozes.

 

Cheddar

Tem origem na Inglaterra, sendo produzido com leite de vaca, ovelha ou búfala. Intenso com toque de nozes e maçã é um queijo firme e liso, com coloração bastante alaranjada. Seu processo de cura tem período mínimo de 9 meses, que aumenta a intensidade de seu sabor. Diferente dos cheddars usado em hambúrgueres, esse é um queijo sofisticado e único.

 

Emmenthal

É facilmente reconhecido pelos seus buracos, de massa aberta. Tem sabor adocicado, amendoado e um pouco de leite maltado ou queimado, picante. Faz um sanduiche muito famoso na França, o Croque-Monsieur. De origem suíça é ingrediente principal de fondue. Esse é um queijo de casca dura e cor amarelada com sabor característico.

Pecorino

Tem grande variação de características de acordo com a região e forma de produção. Com boa capacidade de conservação, ele pode ser encontrado fresco, semicurado ou curado (que é utilizado para ralar). Possui sabor intenso, ligeiramente salgado. É um tipo de parmesão italiano de leite de ovelha usado em massas frescas e molhos. Também é indicado para ser ralado sobre as massas e combina bem com talharim com manjericão e à carbonara.

Queijo Emmental, Pecorino, Grana Padano e Gruyère com tintos encorpados São queijos duros, com sabores complexos e extremamente marcantes e nem sempre agradam a todos os paladares. Para harmonizar, é interessante investir em vinhos com taninos marcantes, que complementem a experiência ao consumi-los. Opções interessantes são vinhos italianos clássicos, como Chianti e Barolo, ou alguns franceses da região do Rhône ou de Bordeaux.

Gruyére

Com textura mais cremosa que o emmenthal e boa densidade, esse é um excelente queijo para derreter. Sua coloração é amarela escura, sua casca é bem seca e seus buracos são pequenos e em pouca quantidade. Tem sabor pronunciado e marcante frutado e de nozes, com poucas olhaduras, sendo delicioso em lanches quentes ou tábuas de queijos. 

Brie

É um queijo bem cremoso, de sabor suave e intenso. De origem francesa, sua principal característica é a casca branca e o discreto sabor de nozes, combinação perfeita com geleia de frutas vermelhas. 

Camembert

É bem macio, mas com sabor forte e picante. Sua casca é bem fina e ele pode apresentar pequenos bolores de coloração clara. De origem  francesa combina deliciosamente com mel e amêndoas. 


 

Gouda é um queijo clássico das tábuas de aperitivo. Seu gosto é suave, amanteigado e discretamente adocicado e sua casca é avermelhada e não comestível. É fácil identificá-lo ao observar os buracos formados em sua massa interna. De origem holandesa, tem sabor frutado e doce quando jovem, intensificados com o tempo de maturação. Queijo de formato redondo, casca lisa e de cor vermelha. Sua consistência, após a maturação, é granulosa e densa (e vai se tornando lisa e flexível com o passar do tempo). Pode ser elaborado em versões com temperos de ervas e especiarias. Sirva como recheio de tortas e ou em aperitivos. O gouda pode ser cortado em cubinhos para colocar em saladas, mas também pode ser fatiado para sanduíches. É um queijo que se combina bem com frutas.

Camembert, Gouda e Brie combinam super bem com vinhos brancos e tintos leves, especialmente, feitos com a uva Chardonnay ou para quem quer investir nos tintos, alguns tipos mais delicados, como o Pinot Noir e o Merlot.

Parmesão (Grana Padano)

É o nome genérico repassado para queijos duros e granulosos criados em região de Denominação de Origem na Itália. O mais famoso é o Grana Padano, também chamado no Brasil de queijo Parmesão. Tem sabor frutado e maturado.

Parmigiano Reggiano

De origem italiana, está presente na culinária há mais de oito séculos. Com sabor picante e textura levemente cristalizada, fica perfeito para acompanhar massas e gratinar pratos.  Possui aroma doce e frutado, mas forte e encorpado. Esse queijo conta com o controle de qualidade tão grande que o leite utilizado para sua produção só pode vir de vacas que consomem grama fresca ou feno. Sua casca é grossa, dura e brilhante, com coloração de amarelo alaranjado.

 

Venha visita a gôndola dos Queijos Tirolez durante os Sabores que Aquecem no Master Hipermercado